09/12/2021 às 15h31min - Atualizada em 09/12/2021 às 15h31min

Polícia Civil prende 33 em operação contra morte dos meninos do Castelar, no Rio de Janeiro

O crime aconteceu em dezembro do ano passado. Para a Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense, os garotos foram mortos por traficantes do Castelar por causa do furto de passarinhos.

Click PB
O crime aconteceu em dezembro do ano passado. (Foto: Reprodução)
A Polícia Civil do RJ iniciou nesta quinta-feira (9), uma operação na comunidade do Castelar, em Belford Roxo, a fim de encerrar o inquérito da morte e do desaparecimento dos corpos dos meninos Lucas Matheus, Alexandre da Silva e Fernando Henrique.

O crime aconteceu em dezembro do ano passado. Para a Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense, os garotos foram mortos por traficantes do Castelar por causa do furto de passarinhos.

A ação visava a cumprir 56 mandados de prisão. Até a última atualização desta reportagem, eram pelo menos 33 presos: 15 pessoas já estavam encarceradas, e outras 16 foram detidas nesta quinta, além de duas prisões em flagrante.

Cinco dos mandados de prisão são pelo triplo homicídio com ocultação de cadáver das crianças. Os outros são por associação para o tráfico.  

Relembre o caso

Lucas Matheus, de 9 anos, e Alexandre Silva, 11, e Fernando Henrique, 12, sumiram no dia 27 de dezembro depois que saíram de casa para brincar. Foram vistos pela última vez a caminho da Feira de Areia Branca.

Quase nove meses depois, o secretário de Polícia Civil, Allan Turnowski, afirmou que traficantes do Castelar foram os autores do assassinato das crianças.

"Quem matou os meninos da Baixada foram os traficantes da favela Castelar. Desde o início, a gente tinha esse linha como mais forte, mas também a gente tinha outras linhas que, durante a investigação, foram sendo descartadas", explicou o secretário.

Em 11 meses de investigação, 70 pessoas foram presas.  

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »