14/12/2021 às 12h04min - Atualizada em 14/12/2021 às 12h04min

Grupo de manifestantes contrário ao passaporte sanitário na Paraíba protesta em frente à Assembleia Legislativa pelo "direito de ir e vir"

Movimento em Defesa da Legislação e da Vida não se considera antivacina, mas é contrário à obrigatoriedade da apresentação do comprovante vacinal a espaços fechados no estado.

Click PB
Grupo levanta cartazes e bandeiras do Brasil para defender o fim da obrigatoriedade da passaporte sanitário na Paraíba. (Foto: Camila Bezerra / ClickPB)
Um grupo de pessoas do Movimento em Defesa da Legislação e da Vida realizou um protesto na manhã desta terça-feira (14) em frente ao prédio da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) para constestar a lei que instituiu o passaporte sanitário no estado, obrigando a apresentação do comprovante de vacinação para acesso a espaços fechados, como bares, restaurantes e casas de show.

De acordo com a advogada Isaura Farias, representante do grupo, o movimento não é antivacina mas "luta pelo direito de ir e vir". "Temos o direito de poder sair, ir a um restaurante e comprar o que nós queremos comprar porque nós pagamos os nossos impostos e temos os mesmos direitos que as outras pessoas também têm. Somos contra a imposição desse passaporte sanitário", disse.

Ela também alegou que a manifestação é motivada por relatos de efeitos adversos de pessoas que tomaram a vacina. "Não se sabem as consequências a curto, médio e longo prazo. E quem vai se responsabilizar pelos problemas que podem surgir?", indagou. Um dos objetivos do movimento é aprovar um requerimento de audiência pública para debater a revogação da lei que foi aprovada pelos deputados e regulamentada pelo Governo do Estado.


 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »