02/01/2022 às 09h47min - Atualizada em 03/01/2022 às 00h00min

Renata Pacheco, empresária brasileira, é destaque na Times Square.

SALA DA NOTÍCIA Boost Assessoria de Imprensa
Reuters
Divulgação - Renata Pacheco
Reconhecida internacionalmente por ser uma das maiores profissionais do mundo em alongamento de cabelos, a empresária Renata Pacheco, fundadora de uma clínica completamente voltada ao cuidado com cabelos, foi destaque no painel da Reuters, na Times Square, NY.

A ação marca um dos maiores triunfos da empresária: o lançamento de sua linha de produtos desenvolvidos exclusivamente para mulheres que possuem alongamento de cabelos no método desenvolvido por Renata, o alongamento adesivado.

Depois de muitos anos de pesquisa, diversas técnicas utilizadas e muito investimento em inovação, a empresária brasileira desenvolveu uma técnica que, segundo ela, não causa absolutamente nenhum dano aos fios da cliente.

“O que causa dano aos cabelos é a tração nos fios. O método do RPHC – Renata Pacheco Hair Clinic – foi desenvolvido para não tracionar os fios e, consequentemente, não gerar nenhum prejuízo ao cabelo natural, além de ficar completamente imperceptível.” – comenta Renata Pacheco.

A imperceptibilidade, no entanto, foi um dos fatores primordiais para que a ela se tornasse referência na América Latina. O método de aplicação do alongamento é completamente imperceptível. De acordo com a assessoria de imprensa da empresária, a não ser que a pessoa “abra” os cabelos, não é possível perceber que está utilizando o alongamento.

Atraindo cada vez mais a atenção da mídia brasileira e internacional, Renata teve sua foto exibida num dos maiores painéis da Times Square, da Reuters, seguida da frase “um novo conceito em cuidar de você”, já que a empresária não é favorável ao uso dos alongamentos para sempre, mas defende que a técnica seja utilizada temporariamente, enquanto sua cliente cuida de seus cabelos naturais, para que fiquem tão bonitos e saudáveis quanto os do alongamento.

Fonte: Reuters.

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »