25/06/2021 às 16h17min - Atualizada em 26/06/2021 às 00h00min

Quer economizar em artigos pessoais ou para sua empresa? Entenda como participar dos leilões da Receita Federal

Leilões da Receita Federal podem ser a alternativa mais viável para adquirir itens caros por um preço bem mais em conta

SALA DA NOTÍCIA Alice
iStock
 

Você provavelmente já deve ter ouvido falar dos famosos leilões da Receita Federal, onde é possível comprar os mais variados artigos por preços muito abaixo do mercado. Essas vendas, que podem variar de leilões de caminhões até eletrônicos pequenos, são realizadas com mercadorias apreendidas pela Receita na alfândega quando elas são importadas por métodos ilegais. É por isso que a variedade de produtos é tão grande, indo de objetos simples até eletrônicos e carros.

O leilão é realizado em duas categorias: presencial e eletrônica. Quase todos são realizados pela internet, principalmente nestes tempos de pandemia, então qualquer pessoa pode participar, independentemente do estado em que mora. Para participar, é necessário estar com o CPF regularizado (com a declaração do Imposto de Renda em dia) e ter um Certificado Digital ativo no e-CAC, o site onde são realizados os leilões.

Cada edição tem suas regras, sendo algumas limitadas somente para empresas e outras já são liberadas para pessoas físicas. Porém existem algumas regras gerais que precisam ser levadas em consideração: todos os produtos adquiridos nesses leilões são para uso pessoal, então é proibido vendê-los. Além disso, quem deixar de pagar o lote adquirido é multado pela Receita Federal, então é importante dar lances apenas naquilo que realmente tenha interesse e possa pagar.

Os pagamentos podem ser realizados em dinheiro, cheque ou débito em conta. O comprador pode pagar o valor integral no dia seguinte após o leilão ou dar uma entrada de 20% e pagar o restante após oito dias. Mesmo nos leilões virtuais, a Receita Federal não entrega os produtos no endereço do comprador, então a retirada fica por conta de quem compra. Todo edital especifica onde será feita a retirada das mercadorias, outro detalhe importante a se atentar.

Essa é uma ótima forma de equipar uma empresa ou negócio pessoal gastando muito menos, independentemente da natureza do empreendimento. É possível encontrar itens de escritório, como mesas e cadeiras, computadores e até mesmo um leilão de caminhões. É claro que o valor dos lances sempre será compatível com o tipo de produto que está sendo leiloado, então o lote pode sair caro, porém a divisão do valor final para cada item é o que faz valer a pena.

Vale ressaltar que a Receita Federal não garante o funcionamento dos itens leiloados, então o reparo de qualquer coisa que possa vir com defeito fica por conta do comprador.


 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »