27/04/2022 às 12h19min - Atualizada em 27/04/2022 às 12h19min

Acidentes de trabalho crescem 27% na Paraíba e provocam mais mortes de trabalhadores

Observatório de Segurança e Saúde no Trabalho aponta que Paraíba registra, em média, oito acidentes de trabalho por dia

Portal Correio
Acidentes afastaram mais de 1,6 mil pessoas do trabalho em 2021 (Foto: Pixabay)
O número de acidentes de trabalho aumentou 27% e a taxa de casos fatais subiu 35% nos últimos dois anos na Paraíba. Segundo dados do Observatório de Segurança e Saúde no Trabalho, o estado registrou 2,3 mil ocorrências e 14 mortes em 2020. No ano passado, foram 2,9 mil acidentes e 19 óbitos. De acordo com o estudo, a Paraíba registra, em média, oito acidentes de trabalho por dia.

Operário morre após cair de andaime na Grande João Pessoa
O levantamento, feito em parceria do Ministério Público do Trabalho (MPT) e da Organização Internacional do Trabalho (OIT), apontou ainda que 1.267 casos registrados em 2021 (43% do total) aconteceram em João Pessoa. Também no ano passado, cerca de 1,6 mil trabalhadores na Paraíba foram afastados das suas atividades porque foram vítimas de acidentes de trabalho; 48 não retornaram porque ficaram inválidos e foram aposentados por invalidez.

Perfil das vítimas

Técnico de Enfermagem foi a ocupação mais citada em notificações de acidentes de trabalho em 2021, com 140 casos, considerado também o universo de trabalhadores com vínculo de emprego. Motorista de caminhão, servente de obras, pedreiro, vigilante e eletricista também aparecem entre as ocupações com mais notificações de acidentes.

A maioria das vítimas de acidentes de trabalho na Paraíba está em plena idade produtiva, é do sexo masculino e tem entre 25 e 29 anos. Entre as mulheres vítimas de acidentes, a faixa etária mais frequente é entre 30 e 34 anos.

ATIVIDADES DE RISCO

Segundo o Observatório de Segurança e Saúde no Trabalho, atividades de atendimento hospitalar representam o setor econômico com mais notificações de acidentes de trabalho em 2021, com 244 casos, considerado o universo de trabalhadores com vínculo de emprego.

Fabricação de calçados, construção de edifícios, atividades de Correios, comércio e supermercados, teleatendimento, distribuição de energia elétrica, atividades de transportes, administração pública em geral e coleta de resíduos também estão entre os setores econômicos com mais notificações de acidentes registrados no ano passado.

Campanha conscientiza empresas

28 de abril é o Dia Mundial da Segurança e Saúde no Trabalho e Dia em Memória das Vítimas de Acidentes e Doenças Relacionadas ao Trabalho, instituído pela Organização Internacional do Trabalho (OIT). Ações voltadas à prevenção de acidentes e doenças relacionadas ao trabalho são realizadas durante todo o mês, na campanha denominada Abril Verde. Em 2022, o tema é “Todo acidente de trabalho deve ser notificado. O trabalhador não é invisível”.

Em alusão à data, o MPT-PB realiza, nesta quarta-feira (27), uma audiência, por videoconferência, com as 50 maiores empresas da Paraíba, para falar sobre a necessidade de notificação de acidentes de trabalho e doenças ocupacionais (emissão da CAT – Comunicação de Acidente de Trabalho).

A campanha nacional também busca a implementação de políticas públicas de prevenção e, com isso, a redução nos índices de acidentes, adoecimentos e mortes.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »