16/05/2022 às 12h36min - Atualizada em 16/05/2022 às 12h36min

Defesa de motorista alega que motoboy morto no Bairro dos Estados ultrapassou sinal vermelho

Circuito de segurança de um estabelecimento comercial flagrou o acidente, mas não é possível visualizar semáforos no vídeo

Portal Correio
Circuito de segurança flagrou acidente, mas imagens não esclarecem dinâmica da colisão — Foto: Reprodução/TV Correio
O advogado de defesa da mulher que atropelou e matou o motoboy Bruno Barros, no último sábado (14), assegurou, à TV Correio, que foi a vítima quem avançou o sinal vermelho no cruzamento das avenidas Piauí e Espírito Santo, no bairro dos Estados, em João Pessoa.

“O sinal estava verde para ela. Infelizmente, o rapaz avançou o sinal e colidiu com o carro dela. Ela ficou desesperada, pois até então nunca tinha passado por uma situação semelhante”, disse Ednilson Siqueira, acrescentando que a cliente saiu do local do acidente por medo de ser agredida.

A motorista prestou depoimento à Polícia Civil e vai responder ao processo em liberdade.

Bruno Barros foi velado e enterrado nesse domingo (15). A TV Correio conversou com o pai da vítima, Geovane Nascimento. Ele disse que não concordou com a represália praticada por outros motoboys contra a condutora do carro. “Eu não quero justiça com as próprias mãos, o que eu quero é saber o que realmente aconteceu”.



Logo após o acidente, a condutora do carro foi perseguida por motociclistas. Ela abandonou o veículo em uma rua no bairro Treze de Maio. O veículo foi localizado e incendiado pelos homens. A mulher pediu ajuda ao irmão e novamente foi acompanhada pelos motociclistas.

A mulher e o irmão procuraram refúgio em uma concessionária veículos na Avenida Epitácio Pessoa. O carro dele também foi depredado pelos homens.



O circuito de segurança de um estabelecimento comercial próximo ao local do acidente flagrou o momento da colisão. No entanto, não é possível visualizar semáforos no vídeo. Autoridades investigam as circunstâncias do acidente.

Bruno Barros era casado e, além da esposa, deixa uma filha de três anos.

 
 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »