15/06/2022 às 12h13min - Atualizada em 15/06/2022 às 12h13min

Operação da Polícia Federal contra extração e venda ilegal de madeira cumpre mandados em João Pessoa

Suspeita é que estabelecimentos da Paraíba teriam adquirido madeiras ilegais provenientes do estado do Pará

Portal Correio
Operação cumpre mandados no bairro Cidade dos Colibris (Foto: Reprodução/TV Correio)
Uma operação da Polícia Federal que investiga a extração e comércio ilegal de madeira cumpre mandados judiciais em João Pessoa na manhã desta quarta-feira (15). Batizada de Micélio, a operação também acontece nos municípios de Natal-RN, Parnamirim-RN, Belém-PA e Tomé-Açu-PA.

Uma madeireira e uma serraria localizadas no bairro Cidade dos Colibris, na Zona Sul da cidade, é inspecionada desde as primeiras horas do dia. Policiais federais também cumprem ordem de busca e apreensão em uma residência, cujo endereço não foi divulgado.

A suspeita é que estabelecimentos da Paraíba teriam adquirido madeiras provenientes do estado do Pará. A operação também acontece no Rio Grande do Norte.

“A investigação teve início em 2019 e busca desvendar a origem da madeira comercializada e ocultada nas transações por donos de lojas que atuam nesse ramo de negócio e que supostamente agem praticando fraude e consequentemente lavagem de dinheiro. Os fatos investigados buscam também revelar detalhes de todo esse processo ilegal de corte, transporte e aquisição da madeira com essência amazônica de origem ilícita”, divulgou a Polícia Federal.

A operação recebeu o nome Micélio em alusão à rede de filamentos que formam os fungos e se alojam nas raízes das árvores. Em João Pessoa, além da Polícia Federal, também participam da operação profissionais da Receita Federal.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »