16/11/2022 às 20h26min - Atualizada em 17/11/2022 às 00h00min

Dori Alimentos reporta crescimento de dois dígitos de receita e geração de caixa no terceiro trimestre

Faturamento alcançou R$ 412 milhões, 26% superior ao do mesmo período de 2021. Foco em inovação e lançamentos tem produzido fortes resultados

SALA DA NOTÍCIA 2PRÓ Comunicação
www.2pro.com.br
Divulgação

O amplo portfólio de snacks, com potencial para captar a atenção de públicos diversos, tanto em interesses quanto em poder aquisitivo, tem surtido resultado para a Dori Alimentos. A empresa, novamente, apresentou um balanço sólido, desta vez relativo ao terceiro trimestre de 2022. A receita bruta cresceu dois dígitos (26%) na comparação com o mesmo período do ano passado, e atingiu R$ 412 milhões. Já a geração de caixa medida pelo EBITDA aumentou 33% e chegou a R$ 44 milhões. O lucro líquido ajustado ficou em R$ 18,7 milhões, o que representa avanço de 14%.

“A estratégia de introduzir seus produtos no mercado em pequenas porções para captar consumidores em diferentes momentos de consumo e com diferente poder aquisitivo vem se mostrando eficiente. Adicionalmente, nossa rede de distribuição, com profunda capilaridade e excepcional time de vendas, possibilitou a presença de nossos snacks em mais de 250 mil pontos de venda espalhados por todo o país”, explica Ronald Domingues, Diretor Administrativo Financeiro e de RI.

O executivo destaca que, mesmo com a inflação geral de insumos e custos, que subiu 27% em um ano, a empresa conseguiu ampliar a margem EBITDA de 13,5% para 14%. O número de produtos vendidos também cresceu, de 26 mil toneladas para aproximadamente 29 mil toneladas, graças aos bons índices obtidos em todos os canais de venda e todas as categorias, seja snacks de amendoim, sweet snacks e snacks de chocolate. 

“Continuamos focados na inovação e renovação em nossas linhas de produtos. Acompanhamos as principais tendências e capacitamos nosso time com novos conhecimentos para atender às necessidades dos clientes e consumidores em constante mudança”, diz Domingues. “Nos nove primeiros meses do ano, os lançamentos realizados nos últimos anos já representaram 18% da receita líquida da companhia”.

No campo ESG, a empresa também tem alguns marcos para celebrar. Ela se tornou membro do Programa Brasileiro GHG Protocol, responsável pelo desenvolvimento de ferramentas de cálculo para estimativas de emissões de gases do efeito estufa (GEE). Ademais, conquistou o 1º lugar na categoria grandes empresas na premiação “Lugares Incríveis para Trabalhar” - uma iniciativa da FIA e UOL. Por fim, em setembro, a unidade de snacks de amendoim localizada em Marília (SP) conquistou uma nova certificação AIB International, referência do setor em segurança e qualidade de alimentos.

Outras iniciativas nessa frente podem ser conhecidas no Relatório de ESG da Dori Alimentos. 


 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »