13/07/2023 às 17h51min - Atualizada em 14/07/2023 às 00h00min

Agronegócio paulista registra superávit de US$ 10 bilhões no primeiro semestre

Levantamento de pesquisadores do Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA) mostra crescimento de 6,4% em comparação ao mesmo período de 2022

Governo do Estado de São Paulo
https://www.saopaulo.sp.gov.br/spnoticias/agronegocio-paulista-registra-superavit-de-us-10-bilhoes-no-primeiro-semestre/

O agronegócio de São Paulo registrou sucessivos superávits mensais neste ano e o resultado final do semestre apresentou um excedente de US$ 10,04 bilhões, com crescimento de 6,4% em comparação ao mesmo período de 2022. Foi o que apontou o levantamento de pesquisadores do Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado.

As exportações cresceram 6,1% no primeiro semestre deste ano em relação ao mesmo período do ano passado, alcançando US$ 12,63 bilhões. Os principais países compradores de produtos paulistas foram: China com 26% do total, com destaque para a soja e carne; União Europeia (sucos, sucroalcooleiro e café) e Estados Unidos (sucos e carne). As importações aumentaram 5,3%, totalizando US$ 2,59 bi.

A participação do agronegócio no total exportado pelo Estado foi de 38,1%, enquanto a das importações foi de 7,2%.

Em relação ao agro brasileiro, o comércio exterior de São Paulo representou 15,3% no ano, com alta de 0,3 pontos percentuais (p.p.) ante ao mesmo período de 2022. Já as importações tiveram aumento de 0,8 p.p., passando de 30,3% para 31,1%.

São Paulo se destacou nos grupos de produtos, cuja participação em valores ultrapassa 50% do total nacional: sucos (85,1%), produtos alimentícios diversos (73,6%), demais produtos de origem vegetal (65,2%), complexo sucroalcooleiro (61,8%) e plantas vivas e produtos de floricultura (58,7%).

Exportações

Os cinco principais grupos nas exportações do agronegócio paulista no acumulado nos seis primeiros meses de 2023 foram:

– complexo sucroalcooleiro, com US$ 3,67 bilhões, e destaque para o açúcar;
– complexo soja, com US$ 2,51 bilhões, e destaque para a soja em grão;
– setor de carnes, com US$ 1,51 bilhão, e destaque para a carne bovina;
– produtos florestais, com US$ 1,31 bilhão, e destaque para celulose e papel;
– grupo de sucos, com US$ 964,37 milhões, e destaque para o suco de laranja.

Com relação aos valores exportados, 2023 registrou grandes variações em comparação a 2022. Os maiores aumentos foram do complexo sucroalcooleiro (+22,6%), sucos (+18,3%) e produtos florestais (+2,4%). De acordo com o estudo, as variações nas receitas do comércio exterior são derivadas das oscilações tanto de preços como de volumes exportados.

A China foi o principal destino das exportações do agro, com US$ 3,29 bilhões, equivalente a 26% de participação. Em segundo lugar ficou a União Europeia, com US$ 1,59 bilhão, 12,6% de participação. Já os Estados Unidos compraram US$1,29 bilhão do agro paulista, com participação de 10,2%.

Importações

Os principais produtos da pauta de importação do agronegócio paulista no primeiro semestre de 2023 foram: salmão (US$ 195,73 milhões), papel (US$ 195,1 milhões) e trigo (US$ 182,81 milhões).

O post Agronegócio paulista registra superávit de US$ 10 bilhões no primeiro semestre apareceu primeiro em Governo do Estado de São Paulo.



Fonte: www.saopaulo.sp.gov.br

Este conteúdo foi distribuído pela plataforma SALA DA NOTÍCIA e elaborado/criado pelo Assessor(a):
GAZETA DA SEMANA
contato@gazetadasemana.com.br


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »