25/11/2022 às 18h41min - Atualizada em 25/11/2022 às 18h41min

Conferir histórico de preços e evitar pagar compras da internet com pix são algumas das dicas para Black Friday; veja outras

De acordo com o Procon da Paraíba, órgão de defesa do consumidor, uma das principais dicas é o consumidor ficar atento aos preços apresentados antes do evento.

Click PB
​Segundo o órgão de defesa do consumidor estadual, a melhor forma de pagamento online é através de cartão de crédito, ou serviço como Paypal ou Pagseguro. (Foto: Reprodução)
Esta sexta-feira (25), última do mês de novembro, é realizada a famosa 'Black Friday', quando lojas de diversos segmentos realizam um 'ofertaço' com objetivo de atrair mais consumidores e esquentar as vendas no período de fim de ano. Porém, para aquela pessoa que deseja realizar compras hoje (25) mas não quer ter dor de cabeça deve estar atenta a algumas dicas. Com isso, o ClickPB selecionou algumas dicas para o consumidor.

De acordo com o Procon da Paraíba, órgão de defesa do consumidor, uma das principais dicas é o consumidor ficar atento aos preços apresentados antes da Black Friday para saber se realmente aquele produto ou serviço obteve desconto. Na Paraíba, uma lei garante que os estabelecimentos ficam obrigados a guardar informações relativas aos preços praticados nos produtos e serviços ofertados há pelo menos três meses do evento.

É aconselhado ao consumidor que ele realiza a boa e velha pesquisa, pois mesmo as lojas aderindo a Black Friday, os preços podem variar entre os estabelecimentos.

Importante que ao acessar um site, ele verifique se o endereço eletrônico dele está correto, se aquela página virtual possui o cadeado localizado no canto superior esquerdo. Também é válido buscar informações no consumidor.gov.br ou em outras plataformas como o “ Reclame aqui”.

O cidadão também deverá estar atento na política de troca do estabelecimento e não deve esquecer de guardar a nota fiscal. "Registrar todos os passos feitos durante a compra de um produto. Isto é, salvar os e-mails, gravar as telas e todas as comunicações eventualmente realizadas com o fornecedor", é um outra dica, conforme apurou o ClickPB junto ao Procon estadual. 

Mais observações para compras na internet

Segundo o órgão de defesa do consumidor estadual, a melhor forma de pagamento online é através de cartão de crédito, ou serviço como Paypal ou Pagseguro. Deve-se evitar pagar com PIX ou boletos, pois em caso de fraudes o ressarcimento fica mais difícil. 

Após a compra de um produto na internet, o consumidor tem até 7 dias para se arrepender, a contar da data de entrega. Ele pode inclusive receber o valor pago no frete.

Como denunciar 

O consumidor ou consumidora que se sentir lesado poderá acionar o procon por meio do telefone 151 ou do WhatsApp 83 98618-8330. Também é possível ser atendido presencialmente, através de agendamento prévio no número 3221-6356. 

Leis da Paraíba que asseguram a defesa do consumidor

No estado, uma lei de 2017 (10.859) e outra de 2021 (11.891) têm mecanismos para auxiliar na defesa do consumidor. Confira mais detalhes sobre elas:






 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »